Revista Veja acha Queiroz: ex-assessor trata câncer no Albert Einstein

Queiroz reside hoje no Morumbi, bairro nobre de São Paulo. A residência é bem próxima do hospital onde trata de uma neoplasia com transição retossigmoide

A capa da Revista Veja dessa semana mostra o paradeiro de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL) e envolvido em suspeita de lavagem de dinheiro. 

De acordo com a reportagem, no último dia 26, por volta das 17h50, Queiroz esteve na recepção do Centro de Oncologia e Hematologia do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. De boné preto e óculos de grau, o paciente chegou sem seguranças nem familiares o acompanhando. Ele ficou cerca de uma hora no local. 

Queiroz reside hoje no Morumbi, bairro nobre de São Paulo. A residência é bem próxima do hospital onde trata de uma neoplasia com transição retossigmoide. Queiroz, Flávio e outros assessores são investigados por movimentações financeiras suspeitas de valores. O órgão identificou, além da entrada e saída de R$ 1,2 milhão das contas de Queiroz, emissão de cheques de Queiroz no total de R$ 24 mil para primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Fabrício Queiroz, que é major aposentado da PM, estava sumido desde janeiro, quando foi chamado a prestar depoimento no contexto da investigação sobre as movimentações identificadas pelo Coaf, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras. Ele não apareceu para depor sobre o caso.

A suspeita do Ministério Público é a de que as movimentações são fruto de um sistema de coleta e repasse de dinheiro de funcionários do gabinete do senador Flávio Bolsonaro, quando ele era deputado estadual no Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *